Projetando Cenários e Futuro: Conhecer, Comunicar, Conectar, Colaborar…

 

 

Lala Deheinzelin, futurista e especialista em Novas Economias e criadora do movimento Crie Futuros e da Fluxonomia 4D

Como futurista, considero importante perceber o futuro além de cenários ou projeções, explorando especialmente o campo do desejo e das possibilidades. Por isso, em 2008 iniciei um processo para nutrir visões positivas de futuro. Lancei o movimento Crie Futuros com o propósito de trabalhar a percepção de que muitos dos nossos desejos são completamente possíveis.

Partindo da compreensão de que o futuro é o fruto dos sonhos do passado, com o movimento Crie Futuros realizei um grande trabalho de inspiração, em diversos países. E, alguns anos depois, consegui avançar para uma prática mais efetiva, criando a Fluxonomia 4D, uma metodologia para otimização de processos e materialização de alguns dos futuros que desejamos.

A essência do Crie Futuros e, consequentemente da Fluxonomia 4D, está na percepção. Conhecer e compreender o que acontece no presente para fazer escolhas conscientes para o futuro. Isso implica, inevitavelmente numa mudança de mentalidade e hábitos. Assim, a Fluxonomia 4D passou a ser também um processo de transformação, onde aprendemos a enxergar valores além do monetário e criamos outra cultura, a partir da nossa própria, saindo da intenção para a ação.

A Fluxonomia 4D combina estudos do futuro e Novas Economias (Criativa, Compartilhada, Colaborativa e Multivalor) para identificar recursos e multiplicar resultados nas 4 dimensões da sustentabilidade: cultural, ambiental, social e financeira. Os resultados mais evidentes desse processo podem ser verificados tanto nos cases originados a partir do curso de formação na metodologia, quanto nas empresas e instituições onde foi aplicada para resolver questões pontuais. No Sesc RS, por exemplo, a mudança de olhar resultou no aumento de produtividade, materializando o futuro desejável da simplificação de processos em 40%!

A Fluxonomia 4D é, sobretudo, um processo de gestão e, por isso, atende a todas as áreas, inclusive a de secretariado. O foco na ação além da sensibilização auxilia na passagem do reativo para o criativo, convergindo ideias, pessoas e recursos em busca de resultados exponenciais. Tudo isso a partir de um mapa, uma espécie de guia de aplicação, que será apresentado no Congresso Internacional de Secretariado – COINS, em São Paulo.

Imagine um desejo coletivo, do qual você possa vir a ser uma célula de transformação. Ao sintonizar no desejo, você pode perceber e criar outros jeitos de pensar e fazer. Sendo criativo, sabendo o que se quer e qual futuro deseja, você vai, sem dúvida, criar sementes de futuros desejáveis. Não é mais uma intenção. Você pode criar um contexto com uma causa, mobilizando muitos para que cada um faça uma parte. Afinal, pela primeira vez na história da humanidade estamos conectados em rede e temos pessoas, conhecimentos e recursos suficientes para moldar e mudar o mundo. Com a Fluxonomia 4D, você vai perceber que muitos futuros desejáveis, ainda que improváveis, são possíveis agora.

Comente usando o Facebook